Anel do Psicanalista

INSTITUIDO PELO CBP( I.N.N.G.) EM  TERRITÓRIO NACIONAL E

INTERNACIONAL; HONRA, DIGNIDADE E AUMENTO DA

AUTO - ESTIMA, PARA QUEM NÃO TINHA,

SEQUER UM ANEL DE FORMATURA.

 

"Lords of the Ring"

Os anéis de formatura normalmente representam uma gama de sentimentos e emoções. Na colação de grau o anel marca a consagração de uma etapa, o desafio superado, a realização de um sonho, a representatividade da profissão, a dignidade, a honra, a sabedoria, a exatidão, a retidão a constância e a verdade de propósitos.

O fundamental, é que ao usarem os anéis de formatura, os formandos passam a ocupar um lugar de destaque na sociedade em que vivem. Deixam de ser estudantes para tornarem-se profissionais.

Comitê dos Sete Anéis (chamado assim porque cada um dos membros recebeu um anel de Freud como símbolo de sua Confiança, Sabedoria, Honra e Dignidade).

 

S A B E D O R I A

“Para adquirir conhecimento, é preciso estudar; mas para adquirir sabedoria, é preciso observar”.(Marilyn vos Savant)

"O sábio envergonha-se dos seus defeitos, mas não se envergonha de os corrigir." (Confúcio)

"Por sabedoria entendo a arte de tornar a vida o mais agradável e feliz possível." (Arthur Schopenhauer)

"A verdadeira sabedoria consiste em saber como aumentar o bem-estar do mundo." (Benjamin Franklin)

"A sabedoria é filha da experiência”.(Leonardo da Vinci)

“Sabedoria é saber como achar a Verdade” (Wagner Paulon)

 

H O N R A

"Quem me rouba a honra priva-me daquilo que não o enriquece e faz-me verdadeiramente pobre. "

(William Shakespeare)

"A honra é a poesia do dever”.

(Alfred de Vigny)

Podemos dizer que honra é um princípio moral de onde se derivam normas de conduta como, coragem, pudor, probidade e dignidade entre outras.

Todas as grandes coisas são simples. E muitas podem ser expressas numa só palavra: liberdade; justiça; honra; dever; piedade; esperança.

Winston Churchill

Honra “é o conjunto de atributos morais, físicos e intelectuais de uma pessoa, que a tornam merecedora de apreço no convívio social e que promovem a sua auto-estima”.

(Victor Eduardo Gonçalves)

 

D I G N I D A D E

"Valor particular que tem todo o homem como homem, isto é, como ser racional e livre, como pessoa”.

A dignidade é a palavra que define uma linha de honestidade e ações corretas baseadas na justiça e nos direitos humanos, construída através dos anos criando uma reputação moral favorável ao indivíduo. Respeitando todos os códigos de ética e cidadania e nunca transgredindo-os, ferindo a moral e os direitos de outras pessoas.

Ser digno é obter merecimento ético por ações pautadas na justiça, honradez e na honestidade.

A dignidade é essencialmente um atributo da pessoa humana: pelo simples fato de "ser" humana, a pessoa merece todo o respeito, independentemente de sua origem, raça, sexo, idade, estado civil ou condição social e econômica.

O que mais preocupa, não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem-caráter, nem dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons! 

(Martin Luther King)

Quem não luta pelos seus direitos nunca será digno deles. 

Autor: José Robson Gabriel da Cunha

Dignidade:

1 - Qualidade moral que infunde respeito; HONRA; AUTORIDADE.

2 - Modo de proceder ou de se apresentar, que infunde respeito; BRIO; MAJESTADE.

3 - Decência, decoro.

 

A N E L   D O   P S I C A N A L I S T A

 

Caso, houver interesse em adquirir este anel, favor

entrar em contato pelo Link:

 http://www.cbpresp.com/registro-profissional/a-loja-do-psicanalista/

 

Fica instituido Oficialmente pelo CBP ( I.N.N.G.), e a todas as suas

Regionais o Anel do Psicanalista, à partir do dia doze de maio

do ano de dois mil e onze, d.C.,o qual, o

Professor Doutor Sigmund Freud

ofereceu a seus discípulos

em 1913.  

PESQUISA HISTÓRICA: Dr. WAGNER PAULON

  

HISTÓRIA

Este é o anel que o Professor Doutor Sigmund Freud oferecia a seus discípulos,

em 1913 e  membros do Comité Secreto da Psicanálise, também

chamado de "Lords of the Ring" .

O anel dado contém uma gravura retratando a figura

de Dionísio, com o pênis ereto e duas

deusas admirando os lados.

A partir de 1911, a expansão do movimento se traduziu por dissidências

devidas a querelas pessoais e questões teóricas e técnicas.  

 

Os primeiros foram Adler e Stekel em 1911, com um rompimento

violento e o início de uma nova doutrina psicológica.  

 

Em 1913 Jung tenta convencer Freud a dessexualizar sua doutrina,

o que resultará na ruptura definitiva entre eles em 1914.

  

Jung cria então um novo sistema psicológico

baseado na pesquisa antropológica.  

 

Mais tarde foi a vez de Reich. Depois da dissidência de Jung,

a mais importante do movimento, é criado, por sugestão

de Jones, o “Comitê Secreto”, que serviria para

preservar a doutrina de desvirtuamentos

e onde cada membro jura o não

questionamento dos princípios

psicanalíticos publicamente.

  

Para selar a união do grupo, Freud oferece

um anel a cada um do grupo.

  

Faziam parte do Comitê: Freud, Jones,

Ferenczi, Rank, Abraham e Sachs.

  

Mais tarde se juntaram a eles: Anton Von Freund e Eitington.

Anna Freud, Lou Andréas Salomé e Marie Bonaparte

também receberam mais tarde o anel do Comitê

das mãos de Freud.

  

O Comitê existiu até 1927, quando Rank

abandonou o movimento freudiano.

Deste grupo, Jones era

o único não judeu.

  

Freud em 1909, antes das dissidências. 

  

Alfred Adler, primeiro dissidente

do movimento psicanalítico.

  

  

Carl Gustav Jung, dissidente do freudismo

em 1914 quando tentou convencer

Freud a dessexualizar

a sua doutrina

 

 

Wilhelm Reich, dissidente do freudismo 

 

 

Ernest Jones, que foi quem teve a idéia do Comitê secreto

e fazia parte do grupo original. Único não judeu

do Comitê Anel do Comitê, dado por Freud

aos seus membros mais fiéis.

 

 

O "Comitê Secreto", formado em 1912, reunindo

os discípulos fiéis aos princípios

originais da Psicanálise.

 

Da esquerda para a direita,

 

Otto Rank, Freud, Karl Abraham, Max Eitingon,

 Sandor Ferenczi, Ernst Jones e Hans Sachs.

Foto de 1922.

 

Sandor Ferenczi, fazia parte do primeiro

grupo do Comitê Secreto.

 

 

Otto Rank, fazia parte do primeiro grupo do Comitê

Secreto e abandonou o movimento

psicanalítico em 1927.

 

 

Karl Abraham fazia parte do primeiro

grupo do Comitê Secreto. 

 

 

Hanns Sachs, que se juntou

ao Comitê Secreto.  

  

Anton Von Freund, que se juntou

ao Comitê Secreto.

 

 

Max Eitington, que se juntou

ao Comitê Secreto.

 

  

Anna Freud, recebeu de Freud

o anel do Comitê Secreto 

 

 

Lou Andréas Salomé, recebeu de Freud

o anel do Comitê Secreto.

 

  

Marie Bonaparte, recebeu de Freud

o anel do Comitê Secreto

 

 

Sigmund Freud entrando em

um avião em 1930.

Licença Creative Commons
Conselho Brasileiro de Psicanálise (I.N.N.G.) de CBP(I.N.N.G.) é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Based on a work at www.cbpresp.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://cbp.webnode.com.br/

 

Procurar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.