A Pedra Representativa do Inconsciente

Caso, houver interesse em adquirir esta pedra com o devido

pedestal, favor entrar em contato pelo E-mail:

lojadopsicanalista@gmail.com

ou

Acesse o linke:

http://cbrp.webnode.com.br/registro-profissional/a-loja-do-psicanalista/

 

A  P E D R A   O B S I D I A N A

    

                      P1 =R$ xxxxx       P2 = R$ 7,00   Flor de Lotus = R$ 35,00             

                       

Pedestal c/ Ilum. R$ 40,00           Bracelete R$ 45,00

  

Cristal Grande+Obsidiana = R$ 30,00    Cristal Pequeno+Obsidiana = R$ 20,00

       

Uma das mais importantes pedras da Nova Era, ela aprimora e purifica

o ego, tem o objetivo de trazer o Inconsciente para o Consciente,

regida por Plutão é a guerreira da verdade.

OBSIDIANA MARAGONY

OU MOGNO 

 

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

 

O Conselho Brasileiro de Psicanálise ( I.N.N.G.), institui esta Pedra Obsidiana

apenas como caráter silogístico representativo do Inconsciente,

não tendo relação alguma, com propriedades

exotéricas, ciências ocultas

ou misticismo.

  

HISTÓRIA DA PEDRA OBSIDIANA

 

Obsidiana é um tipo de vidro vulcânico, formado quando o magma solidifica rapidamente, por exemplo, arrefecendo sobre água. Consiste em 70% ou mais de sílica (SiO2 - dióxido de silício). A obsidiana não é um mineral verdadeiro por não ser cristalino e, além disso, é muito similar na composição ao granito e riólito. É classificada às vezes como um mineralóide.

 

As cores da obsidiana variam, dependendo da presença das impurezas. Ferro e magnésio tipicamente dão à obsidiana uma cor verde escura a preta. A inclusão de pequenos cristais brancos, aglomerados radiais de cristobalite produzem um padrão manchado ou de "floco de neve". Pode conter bolhas de ar, restantes do fluxo da lava, alinhados ao longo de camadas criadas como a rocha derretida estava fluindo antes de ser refrigerada. Estas bolhas podem produzir efeitos interessantes tais como um reflexo dourado ou do arco-íris. As pepitas pequenas de obsidiana que naturalmente foram arredondadas e alisadas pelo vento e pela água são chamadas de "lágrimas de apache". A obsidiana é relativamente macia, com uma típica dureza de 5 a 5,5. Sua densidade é aproximadamente 2,6.

 

Obsidiana é usada geralmente para finalidades ornamentais, porque possui a propriedade peculiar de apresentar uma aparência diferente de acordo com a maneira como é cortada. Quando o corte for num sentido a superfície apresenta um preto bonito; quando cortado através de outro sentido aparece cinza.

 

A obsidiana foi usada em determinadas culturas da idade da pedra porque pode ser fraturada para produzir lâminas afiadas ou cabeças de seta. Como todo o vidro e alguns outros tipos de rochas naturais, a obsidiana fractura-se de forma conchoidal. Pode também ser lustrada para criar espelhos.

 

Na era pré-colombiana o uso da obsidiana na Mesoamérica era sofisticado para produzir esculturas e ferramentas. As lâminas de obsidiana podem ter uma borda de corte tão fina como os bisturis de aço cirúrgico de qualidade muito elevada. Os mesoamericanos fizeram também um tipo de espada com lâminas de obsidiana montados em um corpo de madeira. Entre os astecas, essa espada tinha o nome de macuahuitl.

 

Utilização: Conhecida como "pedra divina", tem a finalidade de atrair a luz espiritual para quem a usa.

 

Seu nome pode ser proveniente de uma má tradução do latim, lápis obsianus, termo usado por Plínio, o Velho (23-79 d. C.). É um vidro natural, material vulcânico derretido, exposto ao ar e resfriado com rapidez para formar cristais. 

 

Os antigos mexicanos faziam espelhos para a adivinhação com a obsidiana polida e, por isso, era chamada de "pedra divina". A obsidiana preta pode auxiliar a trazer mais luz a um mundo obscurecido.

 

Também ajuda quem deseja sair do vício das drogas. Essa pedra atua como um agente elevado de conscientização neste planeta.

 

Age atraindo as qualidades da alma para o corpo, purificando qualquer energia de vibração menor, sendo utilizada por quem atua na área

 

A   O B S I D I A N A

 

É o vidro vulcânico de uma lava muito rica de quartzo, sendo compacta e dura. D: 5,5. A cor escura, frequentemente negra, provém do ferro finamente dividido nas bordas. Sua coloração é cinzento escuro e translúcida. Foi uma lava que resfriou muito rapidamente.

 

O nome era Obsius, que foi o seu descobridor na Etiópia, mas devido ao erro de leitura dos manuscritos antigos, ficou conhecida como Obsidiana.

 

É como um vidro natural, formada a partir de material vulcânico exposto de repente ao ar e resfriado rápido demais para formar cristais.

 

Devido à sua abundância na natureza em antigas civilizações ele era usado frequentemente como ornamento, espelho, facas e joias.

 

Os Maias usavam a Obsidiana em forma de facas nas suas cerimônias, nos rituais e sacrifícios realizados. Diz-se que espelhos desse material foram usados para adivinhação no antigo México e países vizinhos.

 

Era usada em adivinhações pelos antigos Astecas.

  

Analogias: Energia: projetiva. Planeta: Saturno. Elemento: fogo. Chakra: básico.

 

Centraliza e mantém os pés no chão. Equilibra o estômago e o sistema intestinal. Ela deve ser utilizada com muito cuidado, pois permite penetrar profundamente nos pensamentos mais íntimos das pessoas e por essa razão pode tornar-se uma arma negativa em más mãos.

 

Também ajuda na auto-compreensão e permite atravessar as barreiras do consciente para atingir os pensamentos ocultos e todas as mágoas ou aspirações latentes no subconsciente. É a pedra da nova era.

 

Objetivo: proteção, racionalização, adivinhação, paz

 

A   S I L O G Í S T I C A

 

"ENFIM, A PEDRA OBSIDIANA MOGNO QUE EMERGE DAS PROFUNDEZAS

DOS VULCÕES, REPRESENTA NA PSICANÁLISE O OBJETIVO

DE TRAZER O INCONSCIENTE PARA O CONSCIENTE".  

Licença Creative Commons
Conselho Brasileiro de Psicanálise (I.N.N.G.) de CBP(I.N.N.G.) é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Based on a work at www.cbpresp.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://cbp.webnode.com.br/.

Procurar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.